Relatório da viagem ao ramal de Itapura com o fim de organizar o serviço de assistência aos doentes de malária de 8 de maio de 1939.

Ver PDF em tela cheia
Transcrição (OCR)
DEPARTAMENTO DE SAÚDE DO ESTADO

Serviço Sanitario do Estado de São Paulo

- SERVIÇO DE

N.º .! 111 ·J,. t"-


Iv1CPB/


são • 21 de Julho de 1939.



S enhor Dir etor


No intuito de inteirar a Vossa Senhoria dos

,

resu ltados das nossas atividades antl-malaricas nesse sec-

tor,transmito-lhe, em anexo,uma cÓpia do relafÓrio da via­ gem realisada no percurso do ramal de ITAPURA,pelo nosso au­ xiliar médico-maiariologista Dr.Tito Lopes da Silva,com o fi­

to de org nisar o serviço de assistencia aos doentes de malá- ria, naquela regia-o,em Maio do corrente ano.

Tenho a honra de reiterar a v.s. os meus pro­ testos de distinta consideração e apreço.


Ma Jo

D.Diretor


S. S . .P. Y1 (

1

ct cftmtb-L

_'7 do G t!e d'_...,

Inspetoria de Profilaxia do lmpaludismo



O ü

O ü

I.P.I.

SKI }j--



•••


Senhor Director

são Paulo, 27 de julho de 1935.-

/ -,

.,,1!_4rÂ..,,& -er-e

J;Í;-,i,d_

,%

EnViando a v.sa. o resUllo dos aerviçoa de

assistencia anti-aalarica realisada na zona servida pores- sa Estrada, pelo carro-posto organisado graças ao concurso dessa Directoria, venho expressar a v.sa.oa agradecimentos desta Inspectoria, rogando extendel-os aos seus dignos au­ xiliares pela cooperação prestada.-

Tal cooperação tornou po•sivel o trata­ mento dos doentes de melaria distribuidos por toei.a exten­ sa zona e perJaittiu a colheita de preciosos dados destina­ dos a futuros serViços de saneamento.-

Das vantagens da campanha anti-paludioa, realisada por meio de carros-postos rallam os dados do re­ suao que tenho o prazer de paaar ás mãos de v.sa.-

Tenho a honra de apresentar a v.sa. os meus protestos de alta estima e distincta consideração -


7n te

p-.Inspector-chefe


Ao Sr. Director da E/P.Boroeste do:IJüslj..


) IRJrl'CRli REF.: ! DE.2-486/746.

. . BAUR , l! de osto de 1989


Snr. Dr. ARTHUR C TA ILHO

1 Diretor do Serviço de Profilaxia da lária

ogp T.AMENTO DE SAÚDE DO E8TADO DE SÃO PAULO


S O PJ,ULO


Acuso o recebimento de vosso oficio n: 1.018, de 21 de Julho ultimo, comp do de um minucioso rel torio das a- tivi4ades anti-malarica realisadas por esse Serviço na zona do ramal de Itapura, desta trada.

Esta Diretoriacumpre o grato dever de agr decer­ vo o xcelente serviço pres do, sendo justo ae.lientar a onero­ sidade e dedicação do snr. Dr. Tito Lopes da Silv , digno clini­ co malariologista des e Serviço, que chefiou os traballios de as­ sistenci aos empregados da Noroeste, M quela zona.

Deseja esta Diretori assegurar-vos,tambem, que a Noro st,e da:rá sempre su cooperação ao Estado, p ra a profila­ xl da lari .


Atenciosas saudações


DIRET OR

P.2052/S/S.9

Al .


!?i':• mnm{ : nimo·ióáaisu' ; :ü h.,

!.!!Q.·m· - : :am9ó:· ;

"

"

ASSDDNCU ioo :ooÉms . JW,A.BU. ,

QUBI.li. RBGIÃÓ ' ' ". .

.. . . '.. '.

" ... .



Dr'. 'rii;o Lope• 4a Silva.


IIGUTUJ& DOI IIINl6cJOI I& IDIJU(llo I UdDI l'ÚllolC&

DEPARTAMENTO DE SAúDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALÁRIA

CAIXA .-osTAL. 4240 SÃO PAULO · IUIIL


RELATORIO DA VIAGEM AO RAMAL DE rrAPURA DA ESTRADA DE FERRO NOROESTE DO BRASIL, COM 6 FITO DE ORGANIZAR O· SERVIÇO DE ASSISTENCI A AOS DOENTES DE MALARIA,NAQUELA REGIÃO.----


DOUTOR TITO LOPES DA SILVA.



IICUT.UU. DOI IIIIÓCIOI DA IDUCQIO I DÓI .. CA

DEPARTAMENTO DE SAÚDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALÁRIA

CAIXA POSTAL, 4240

sAo PAULO . DUO.

REIATORIO DA VI A GEM A O RAMAL DE ITAPURA, DA ESTRADA DE FE RRO NOROESTE DO BRASIL C O/vI O F I M DE ORGAN I S AR O SERVIÇO DE AS S I S TENCI A AOS DOENTES

DE WiALAR,IA, NAQUELA REGIÃ'.O.

8 de maio de 1939

Por solicitação da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil e determinação do dr. Arthur Costa Filho, Diretor do erviço de Erofi-

llaxiada Malaria, em companhia do enfermeiro Antonio iguel Figueireà a 8 de maio do corrente ano,· às 20,30 ho ras part·i mos de são Paulo, no Carro Sanitario BSl da Est. F. Sorocabana, com destino a BaurÚ, onde

deveriamos receber o Carro Sanitario SSl da E. F. Noroeste, afim de as­

-sistirmos aos doentes de malaria do Ramal de '!tapura, daquela estra­

da de ferro. Por esgotados os leitos na E . F . Sorocabana nos utiliza- ,

mos do BS1 que partia para a alta sorocabana naquela data, e fomos ate Botucaiú, onde is 4;0 horas fizemos baldeação, chegando a BaurÚ :s 7,

horas de 9-5-39•

. Duran te o trajéto s. Paulo-Sotucatú, organisamos o iti­

nerario do BS1 para a alta sorocabana, instruindo sobre detalhes do serviço de assistencia aos doentes o enfermeiro Sebastião Corrêa..

Constatamos a dificuldade e embaraço que causavam ao sr. Correia a or­ ganisação do registro geral dos doentes, em livro, tendo nesse sentido

da.do amplas instruções. Para o BSl foi organisado o itinerario: esta­ dia do C1:.1rro em PrBsidente Epitqcio de 9 a 14; Caiuá e Pres. Vences­ lau, 15,16,17 re pectiva ente; Piquerobi, 18; Mandaque, Laranja Doce, 19, 20; João Ramalho, Caramurú, Cardoso de Almeida, 21,22,23; Sussuhy,

24 a 27; céres, 28; Salio Grande 29 a 2 de junho. Foi explicado que

- -

- -

esse itinerario era passivel de alterações, desde cpe informes fieis mostrassem que uma das localidades assinaladas no itinerario tem bai­ xa incidencia de mala.ria, emquanto outra proxima tem incidencia alta e não está assinalada; a est dia nas localidades, estaria tambem re­

lacionada ao numero de doentes, ficando isto ao crite rio do enfermeir Na baldeaçao em Botuca,tu, foi utilizada a requisiçao de

passe n. 1.100 ida e volta, la. classe-BotucatÚ-Baurú, para o sr. An­

tonio Miguel Figueiredo.

..

..

9-5-39

,

Chegada a Bauru as 7,3-0 horas• Hospedamo-nos no Hotel


•· •· ... a

-- 2 -



• 1,

DnftUI& DOI IBl6clOI DA DDUçlO I llliDI PúlwC&

DEPARTAMENTO DE SAÚDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALARIA

CAIXA POSTAL, 4240

SÃO PAULO · DUIL


Cariani,donde depois de pequeno repouso, nos dirigimos a E.F.Noroeste, onde deveriamos nos encontrar com o seu Diretor, Dr. MarinhoLutz.Na

ausencia deste e de seu substituto, entramos em contacto com o chefe da Estação locã.l, e a secção de Movimento da strada. Foi nos p ermiti­ do visitar o Carro SS1 depois de conseguidas as chaves do mesmo com o Dr. Miraglla, medico da strada

No I riododa tarde nos encontr mos com o Dr.Oscar Gui­ màrães, chefe da 3a. Divisão e substituto do Diretor-que se achava em S.Paulo-a quem entregamos os dois oficies do Diretor do Serviço de Ma­ laria. Bastante atencioso o Dr. Gui arães, pÔz imediatamente o SS1 a

nossa disposição, autorizando a expedição de três passes livres da Es-

,

trada, validos ate 30 de junho, um para um xedico e dois para enfer-

meiros.

Conhecemos em seguida o sr. Angelo Marigoni, secretario da NOB que tomou diversas medidas afim de facilitar nossa comissão,

nos dando tambem carta de apresenta.-ção ao Dr. ArlindoRaposo de Mell , Diretor do Hospital "Francisco Barbosatt, da NOB, em Araçatuba, onde se recolhem os empregados ja Estrada quando doentes.

Procuramos em seguida o Dr. Abeylard Netto Amarante, err

genheiro do Trafego, com quem nos entendemos sobre movimentação do CE!!:_ ro, ficando resolvido que a nosso pedido, em qualquer trem se ligaria, e que seu abastecimento se faria em Três Lagoas ou Araçatuba, confor­ me sua posição, etc.

Ãs 15,0 horas recebemos o SS1, para onde conduzimos e

acondicionamos nosso material, 105 quilos, que se encontrava nos arma­ zena da Sorocabana.

E' o 6arro SSl amplo, ro nfortavel,r.om duas cabines, uma com- um unico leito e outra com três. Tem w.c., pe queno chuveiro e sala para onsultas, Resente-se de cozinha ou· co·oa, o que grandes 41.f i cul - · dades acarretará aos nossos trabalhos, pois segundo informações do Dr.

Amarante, o Ramal de tapura, onde trabalharemos é inteiramente des-

provido de cpi lquer recurso, não havendo onde adquirir qualquer espe­ cie de alimento. Deveriamos contar com a boa vontade e desprendimento

dos Agentes de Estação. Em Baur&, adquirimos louça, talher, mantimen-

;

to e lataria, esperando assim cµ e os Agentes somente preparassem as

refeições com os viveres por nós o.rnecidos.


8, P, 1111 41

- 3 -



...

ucur.uu. DOI neciclOI H DDCAÇIO B UúDB PÚBLICA

DEPARTAMENTO DE SAúDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALÁRIA

CAIXA POSTAL, 4240

SÃO PAULO · IUllL


Foi expedido para S.Pa.ulo, o segu:!.nte telegrama: n. 1 Dr. Arthur Costa Filho

Serviço de Ma.laria Consolação, 455 S.Paulo

Ausente Dr. Marinho Lutz, recebemos Carro SS1 no qual seguiremos Araçatuba. Dia 10 i tarde· seguiremos até barranca do rio.

Tudo bem. a.udaçÕes. Dr. Tito Lopes da Silva, Malariologista.

Ligado ao noturno se.imos as 22,30 horas de Baurú, com destino a Araçatuba, onde chegámos às 7 30 horas de 10-5-39•

10-5-39

En tendimentos com o Agente da Estação local, afim de SEr

Carro ligado ao Mixto-Ramal de Ita pura- que dali parte 'as 11,20 ho• ras.


( .,

Para o bom and,,_mento e maior eficiencia de nossos traba­ lhos, resolvemos ir até o fi do ramal, reconhecendo a região e preve­ nindo os Agentes de hstação da finalidade de nossa viagem; zona, so­ licitando sua cooperação, avisando os empregados da stradà, oradores

da vizinhança, etc, de nossa passagem pela localidade, em dia que lhe

seria co icado previamente por telegrama, com pelo menos, 24 horas de antecedencia.

Em Araçatuba, por solicitação do Chefe do Trem, aten­ demos os empregadosda Estrada.: Oswaldo Flores e sua mulher Eulalia de Castro Flores que foram medicados; colhido material em gota espessa com çonfirmação microscopica posterior, de mal a.ria.

Na passagem por Nova Niponia, pediu-noso Agente local que visita.asemos 0 menor João 6 arbosa, filho do "portadoD", que foi me­ dicado tendo tambem seu diagnostico de màlaria sido confirmado poste­ riormente pelo exame microscopico.

Mais um empregado dR Estrada em Lussanvira, Octavio Go­

mes Dario, foi por nós medicado. Ex. microsc.posit.

O trafego do Ramal de Ita.pura é superintendido pela Ins- petoria sita em Três Lagoas, 10 quilometros alem da barranca do rio

Pa.ra.n , no €stado de a.to Grosso, aonde fomos ter, afim de com o insp or .do referido trecho, Sr. Damervil Forastieri, nos entender sobre

abastecimento, facili 5ade de trafego, franquia telegrarica, etc. Gen­

tilissimos os srs. Dormevil e seu auxiliar Manoel Fonseca. em tudo nos

S, P. M• •1

- 4 -

DCUTW& DOI IIBl6clOI li& DUCQ!O B UIIDB POBLIC&

DEPARTAMENTO DE SAÚDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALÁRIA

CAIXA POSTAL, 4240

SÃO PAULO · 11111.10.


atenderam. Chegámos a Três LagÔas às 22,0 horas-hora paulista (ha dife­ rença de uma hora para menos no horario de Mato Grossso), onde nos en.;. _ tendemos oom o sr. Forastier:J. sobre finali dade da comiss ão, itinerario

e outros detalhes. Aconselhou-noso sr. Forastieri a volta à noite para

Três Lagóas no "1'íi xto" das ultimas estações paulistas, )ois assim dor­

rrár iamos em-zona indene de malaria,sem prejuizo de nossos serviços,

pois na manha seguinte seriamos conduzidos 'a zona de trabalho pelo pri-

meiro trem às 4,30 horas, podendo às 7 horas recomeçar o serviço da v pera. Foi esta sujestão aceita, ,ois era tambem um meio de contarmos

certo, a noite, com urna refeição pois como já me referi, afÓra alguma conserva, outro recurso não tinhamas no Carro.

Ficou tambem resolvido que no dia seguinte, 11, iriamos com· o Carro atender a estação de Jupiá, na barrarca do rio do lado de

.. Mato Grosso, onde moram trabalhadores da estrada que têm suas ativi da­ des na pedreira, no lado de $ão Paulo.

Pediu-nos o sr. omervil que atendidas as estações até Lussanvira, nos cede ria urna locomotiva do lastro, para com o Carro aten­ dermos às Turmas da strada localizadas entre as estações.

11-5-39

Chegada a Jupiá às 8,o horas da manhã. Atendemos todas

as pessoas que apareceram no carro. Numa localid de do lastro, deixando

o SSl em Jupiá, fui a p edreira do lado de São Paulo, onde todos ostra­ balhadores em numero de 30 foram exarninadog. Sómente 2 clinicamente eran

impaludados, tendo sido medicad os• Parte d a. Turma 57 da NOB foi a:Í as­

sistida. VoltaTP

"Jup iá,

, .-


TURMA J)A NOB - JVPJÁ



...........

P.E.DREI.RA

Foto. n. 1

- 5 -

IIDl'l&al& D01 IINCIOI U IIIIQlo I llólmLIC.l

DEPARTAMENTO DE SAÚDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALÁRIA

CAIXA POSTAL, 4240

SÃO PAULO · IIUIIL

Alem dos 30 trabalhadores da pedreira, foram nesta esta-

ça• o examinadas mais 39 pessoas, com exame hemosco ico, sendo o resulta- do o seguinte:positivos 30 (14 falciparum - 15 vivax- l? }.

O Agente local, Sr. D1jalmiro Maciel de Oliveira, teve, seu exame negativo, pelo fato de tendo se infestado ha mais de um mês, achar-se durante todo esse tempo sob ação da atebrina.

Foram distribuidas doses de vermi.fugos, a poulas neuro­ ton1cas, pomada de Reclus e dadas 26 consultas medicas.

Todos os examinados com exame de sangue positivo, foram

medicados. de chegamos


'as


Bolta com o nMixto" a' s 20,30 horas p:i.ra TreA s Lagoas on-

21,0 e pernoi amos.

12-5-39

Saida de Três Lagoas às 4,30 horas com chegada a Itapu-

rl ra às 6,o horas

Atendidas 69 pessoas, com exame de sangue, cmm resul­ tado: 37 positivos ( 35 falciparum- 1 vivax- 1 assoe.).

Parte da Turma 54 da VOB foi. a! atendida.

Distribuidas deses de verrnifugos, ampoulas neurotonicas, pomada Reclus e dadas 19 consultas medicas.·

Todos os examinados com ex. de sansue positivo foram me­

dicados. noitamos.


às 6,o horas.


Volta no nMixto" às 8,0 horas para Tres Lagoas, onde per-


13-5-39

Saída de Tres Lagoas às 4,30 heras com chegada a Itapura


Atendidas 30 pessoas, com exame de sangue, sendo o resul­

tado: positivos 15;(13 falciparum- 1 vivax- l?}.

Neste local foi atendido grande numero de colonos da Fa•.

Itapura de propriedade do sr. Ozorio Junqueira.

À8 16,0 horas em cavalos fornecidos pela administração da Fazenda Itapura, fomos visitar o salto de Itapura no Tietê, a dois qui­ lometros da estação. Na volta recebemos carta do sr. Getulio Mendes, guar, da-liüos da paz. que solicitava nossa presença na séde da propriedade,

,se possivel, afim de ali vermos wn doente. Fomos até lá, examinando o doente q•e se encontrava febril, agitado, baço palpavel, sendo diagnos-

LP. ll•U



...

IICUrllll DOI IIBIÓCIOI DA O 1 1&0DB P11BLJC&

DEPARTAMENTO DE S, DE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILA IA DA MALÁRIA

CAIXA POSTÀL. 4240

SÃO PAULO . IUIU.


ticado maleita. Foi medicado sendo colhido sangue para verificaçãomi­ croscopica, sendo result,.,_do 0ositivo, falciparum.

/ -

ITAPVRA


1



lTAPU.RA


1

')

>

>

1

1

1



J/ISTA -PARCIAL ])O .SALTO J)E !TAPURA

.

Fotos ns. 2 e 3.

Distribuié1as doses de verrnifugos, nomada Reclus e dadas

13 ro nsultas medicas.

Todos os examinados com exame de sangue positivo, foram

medicados.

O Agente da estação, sr. Licinio Hosa, teve o exame de

sangue negativo (gra nde destruição globular) por se achar ha mais de um mês sob acção da atebrina; sua senhora que está em tratamento com o mes­ mo remed.10 recusou o exar,1e microscopico.

Zona de alta incidencla de malaria com predominancia fran­ ca da forma maligna (falci parum).

Volta para Tres Lagoas ;s 8,0 horas no " ixto".

14-5-39

Saída de Tres Lagoas as 4,30 horas com destino a Timboré

onde chegamos as 8,o horas.

,..

Examinadas nesta estação.52 pessoas, com exame microsco- pio, com resultaâo: oositivos 42 ( 31 fa lciparum-llvivu ).

Toda a Turma 53 da NOB foi aí atendida.


•• P. Mo. ,U


...

-

UCUIUJ& DOI DIÓCIOI D& ÇiO B l&ÚDB PúBLIC:&

DEPARTAMENTO DESA DE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILA IA DA MALÁRIA

CAIXA POST , 4240

sAo PAUL . IUIIL



TUNA J)Jl NOB·TLMBORE.


1


1

) FAMll./A DF TERROY/A,11(/oJ CMECIIIVDO AO C.A .Q.0 .S·S-/

'-' ......... -, .... .. , .... ' '- ·,,. '-'··....... ' ......... ......,..._, .,...


F oto n. 4


.....,

Distribuidas doses de vermifugos, pomada de Reclus e dadas 2 consultas medicBs.

Todos os eaa.minados com sangue positivo foram medi­

cados.


O agente da estaça- o local, sr. Jos, e


t' ereira, teve

exame de àangue negativo. Sua mulher e 4 filhos menores o tiveram positivos - fàlciparum - sendo que três eram gametoforos.

Zona de alta incidencia de malaria com predominan­ cia franca da forma maligna (falciparum).

Pernoite no Carro, na esplanada da estação.

15-5-39

Expedido ao dr. Arthur Costa Filho o telegrana: N 2

Dr. Arthur Costa Filho Serviço de Malaria

Consolação 455

s. Paulo

.. Atendidas até hoje estações Jupiá, Itapura, Timbo­

ré. Pessoas examinadas 198. Matri cul adas e medic a,das 135. Solicito

enviar urgente 500 laminas e 2.000 atebrina. Devera nosso pedido ser

enviado Lusanvira, base nossa comissão. Saudações cordeais. Dr. Ti ­ to Lopes da Silva.

Partida no "Miato" ;s 8,30 horas para Ilha Seca, onde chegámos ;s 9,15 horas.


a. P. Me •1

- 8 -

IBCUTAIU& DOS IIHÓCIOS D& uvoçio E SAÚDE l'ÚBLICA

.. DEPARTAMENTO DE SAÚDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALARIA

CAIXA POSTAL, 4240

SÃO PAULO . BRASIL


Ex arrdn adas 33 pessoas, todas co controle micros­ cooico, com resul tado: positivos 32 ( 18 f'alci parurn - 14 vivax ).

Foi af atendida toda Turma 51 da NOB.

Dos 33 exames realize_dos nesta estação o unico ne­ gativo foi o do Agente local sr. Hivad:o.via Siqueira, que a:Í está des­

'

'

tacado ha aDenas um m;s. O "9 rtedor1 Geraldo Gonçalves Voraes teve

seu exame uositivo - falciparun-.

Zona de alta incidencia de malaria com nredorninan­ ciçi. da forma maligna ( faleiparum )• rI'odoà os examinados com exame de sangue po tivo foram medic sdos•

. s 10,0 boras nas nroximid ades do 1 arro houve gran­

de tumulto provodado nor briga de dm,s mc1lheres, com interfer"'ncia de seus respectiv os Rri dos. :orno estivessem ar ados co facio do

------mato, foice e cara.bina, nosso pedido :i nterveiu o "uortador" Geral­ do foraes, disnersan __o-os, Providencias do "port dorn junto ao sr.

Domervil F'orastieri, ins etor do Trafego àlll Tres Lagoas.

' 16-5-39

Partida com o "Mixto" uara Lussanvira, onde che­ gámos às 10 , 40 horas. ,.tendidos doentes a é às 13, 0 horas. Em c or.rna­ nhia e a convite do gente da estaç o local, sr. José= iar i nha da

Cunha, fomos de auto ovel até a vila de Novo Oriente hoje séde do municípi o recem-creado de re reira ilarreto, onde alrnoçámos.

Apresentados ao de. ?erraz, antigo medico da Faz.

Tiet; ( japoneza), e hoje da Faz. Bastos d& es 1a Cia. na alta Paulist



J'

1

1, /TOVO ORJE.NTE

1




(


'



'


F oto n. 5


S, P . Mo 41


- 9 -

IICUTAIU& DOI IBtÕCIOI D& URAÇiO I l&OIIB PIIBLIC&

DEPARTAMENTO DE SAÚDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALARIA

..

..

CAIXA POSTAL, 4240

SÃO PAULO · la&IO.


Chegada a Lussanvira s 15;o horas, Exar:ü nadas 57 pess oas, sendo que com exame de sangue positivo 45: (37 falciparum- 7 vivax -1?).

Nesta estacão examinardo uma familia de maleitosos

cronicos, (8 pessoas) encontramos duas·creanças com baço 4 e duas com baç o 3, os rimeiros encontrados até então, numa zona de altis­

sima incidencia malárica. l

LUSSANVIRA.






(

(

{

'

.•

BAÇO 4


.


Fotos ns. 6 e 7

O agente local José r,:arinho da Cunha, o telegrafis­ ta Irineu Theodoro je Freitas, os Dortadores José Diogo Pereira e Trajano Lima, o encarregado do botequim d?. estação, todos tiveram seus exames d3 sangue positivos - falciparum - sendo alguns gameto­ foros.

Distribuidasdoses de verrnifugos, pomada Reclus,

ampoulas neurotonic as e dadas 4 consultas medicas.

l'odos os examinados com exame de sangue positivo

foram medi cade s.

...

,

,

Em virtude de nao podermos atender todas as pessoas


que procuraram o Carro, resolvemos ermanecer naquela estação mais o dia seguinte.

17-5-39

S olicitamos ao Agente local que nos cedesse parte do armazem da estação par trabalharmos, pois estando o $;:)l quasi

sem luz,

deveria nÁ

ela manhã ser ligado ao "Mixtott até o cruzament o


8, P, ..... U

- 10 •


IIIUTW& H1 nl6clOI ,a .Dlllflo J l&ODB nlUC&

DEPARTAMENTO DE SAúDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALÁRIA

CAIXA POSTAL. 42'10

SÃO PAULO · DUO.

com o outro trem em Ara

--,

donde deveria voltar '

tarde, para

cangua, a

assim conseguirmos carga na bateria eletrica do Carro.

Examinadas46 pessoas, sendo que com exame hemos co­ pico positivo, 33: ( 29 falciparum - 3 vivax- l?).

Atendidas nesta estação totalmente as Turmas 48 e

49 da NOB.

Todos os examinados com exame de sangue positivo

, N

, N

foram medicados.Zona de alta incidencia de malaria, com predominan­ cia franca da forma maligna (falciparum).

E Lussanvira a mais im ortante estaçao do Ramal de Itapura, por a{ se escoando a grande produção da Faz. Tiet;, onde está situado o orosnero povoado de Novo Oriente, hoje Pereira Barre­ to. Sua arrecadação de abril ultimo ultrapassou 70:000$000, sendo a media mensal de areecadação 40:000 ooo.

18-5-39

Enviado ao sr. Domervil Forastieri o telegrama:n.3

. . Sr.Dormevil Forastieri

Inspetor Trafego Tres Lagoas

Est. Mato Grosso

Premencia tempo faz com que visita medica mas fique transferida outra ocasião.

'as T1'1.r-


..


.,'

Atendida parcialmente as Turmas 57 e 54. As de ns.

53, 51, 49, 48, pedreira, Jupiá, totalmente atendidas.

Grato atenções dispensadas a ao conseca nossos a­

gradecimentos. Dr. Tito Lopes da Silva, malariologista,

Com o "Mixto" que chegou com grande atrazo, sa:Ímos às 13,0 para Nova Niponia, onde deveria.mos chegar s 13,30 horas. A

5 quilometres de Nova Niponia, sentimos grande choque, tendo quasi todo o material guardado no Carro sido atirado ao solo, em consequen­

cia a um descarrilamento total d comoosição em que via javam.os. Em

,

virtude de um trilho partido, saltou fora a locomotiva, arrsstando

coms1go o carro sanitario, o correio,d is vagens de passageiros e um de carga. Solicitada a Turma de Socorros para os reparos necessa­ rios•

.....•....

- 11 •



......

SIICUT.IIUA DOS IIIÓCIOI D& uuCJ,flo E l&ÚDB mLlt& DEPARTAMENTO DE SAúDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALARIA

CAIXA POSTAL, 4240

SÃO PAULO . BUIU.


l

l

.NOPA .N./ P O N / A






!

!




1






(

l.



ZJESCA!?IUL.AHENTO l)o C'AÃ'"RO Sd/V'ITARIO


Fotos ns. 8 e 9

Chegada a Nova Niponia as 16,30 horas.

Exm ninadas 47 pessoas sendo que com ex2.rne positivo

37 ( falciparum 27 - vi vax 7 assoe. 1 - 2? ).

Distribuidas do ses de verml f u gos, 9omada de rieclus e dadas 6 consultas edic as.

Todos os examinados com exame de sangue positivo

foram medicados.


19-5-39

.li.tendida toda a Turma 47 da NOB.

Examinadas 29 nessoas, com exame microsco pico, sen­

do o resultado: 18 oositivos (15 falciparum - 3 vivax).

Distribuidas doses de vermifugos, pomada Reclus e dadas 2 consultas edj cas.

Todos os examinados com exame de sangue positivo

foram medicados.

Zona de alta lncidenc ia de malaria com oredornin an­

cia franca da for::na maligna (falciparum).

O Ag ente local sr. Luiz Alvaren a e sua senhora têm no momento seus exames de sangue negativos por terem ha muito 9ouco

pouco tempo se tr ta....do faryamente da malaria contraída no local. O portados Severiano J..iarbosa ha pouco veiu do :fospital de raçatuba

onde esteve internado se tratando de malaria; sua mul er e um filho menor tiveram exames positivos - falcinarum -.


a, P. Me 41

- 12 -

IICUTW& DOI 11116clOI D& nucqlo I l&ODI l'ÓLIC&

DEPARTAMENTO DE S,._úDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALÁRIA

CAIXA POSTAL, 42AO

sA.o PAULO . aum

20-5-39

No''Mixto''partimos de Nova. Niponia as 12,30 horas chegando a Bacuri s 13,15 horas.

. '

. '

Examinadas 46 pessoas sendo que 27 tiveram exames positivos: (16 falciparum - 7 vivax -4?)•

Recebida carta encaminhada ao Serviço a mim endere­ çada e conhacimento de material, 4 quilos, despachado para Baurú.

Pela manhã antes da partida ce Nova Niponia enviado o telegrama: n. 4

Dr. Arthur Costa tilho Serviço de !falaria Cons-olação,455

São Paulo

Atendidas mais as estações de Ilha Seca, Lussanvira, Nova Niponia••Total de pessoas ecaminadas até hoje 411, matriculadas

e medicadas 301. Esgotaremos amanhã atebrina. Renovo pedido medica­ mentos telegr,f-ico dia 15 , 2.000 atebrina.

Chegaremos S.Paulo dia 28.SaudaçÕes cordeais. Dr.

Tito Lopes.

Distribuídas doses de vermifugos, nomada Reclus e

dadas 3 consultas medicas.

Todas as pessoas exa nadas com exame de s_ngue po­

sitivo, foram medicadas.

O Agente local e sua filha menor tiveram exames po­ sitivos- falciparum- gametoforos. A mulher exame negativo por estar sob a ação da ateorina.

Mulher e f i lh a ··.me il or do pertador Manoel Pacheco de

Oliveira exames positivos - falciparum.

Mulher e filha menor de Pedro LisbÔa, encarregado

da bomba de agua., eaames positivos.

.. ô Agente desta estação é o sr. Benevenuto Rbdr1-

guea.

I Examinadàs 13 pessoas com exame nttcra,:copico, _sêndo

o resultado: positivos7 ( 2 falciparrum- 4 vivax - l?).

Todas as pessoas exa nadas, com exame de sangue

positivo foram medicadas.

Zona de alta incidencia de malaria,com predominancia


L P, Mo 41

- 13 -


. ..


IICIIITIJU& DOI lll86clOI D& BDUCAOiO I l&mtl POIWCA

DEPARTAMENTO DE SAúDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALÁRIA

CAIXA POSTAL, 4240

SÃO PAULO - BIAIO.


da fÓrma maligna (falciparum).

21-5-39

Com o " Mixto" partida para Jacarecatinga às 13,30

horas, onde chegámos às ll.i-,20 horas.

Assistida toda a Turma 45 da NOB.

Todos os exa'.Tli n ados com exame de sangue positivo,,

foram medieadas.

Zona de alta incidencia de malaria com predominan­

cia da forma benigna (vivax).

O Agente local Cecilio Scipiêo acaba de voltar do Hospital de nraçatuba onde esteve em tratamento da malaria contraída no local. Sua mulher e dois filhos men ores tiveram exames Dositivos.

O feitor d.:,· J.'urma, Manoel Diogo e sua filha menor,

exames positivos.

.,

-


Nesta estação est; localisada grande fazenda de cri-

açao dos inglezes, ónde a maio.ria de seus colonos foi assi stida.

A atebrina pedida no dia 15 aind:· não chegou, es­ tando nós em dificuldades :_re ra. atender os doentes que estão apare­ cendo. A medicação está sendo falha, pois medicamoo com atebrina so

:mente 4 dias.

22-5-39

Ainda em Jaca.recatinga, exa:rri nanlos mais 15 pessoas, sendo que somente 5 tiveram exames posi tivos: (1 vivax - 4?).

Pela manhã visitou o Carro o administrador da taz • dos inglezes sr. Donald Ritchie, de quem foi tirado sanrrue para exa­

me: negativo, mas com grande destruição globular. Baço 1•

. Atendida toda a 'rurma 44 da NOB.

Distribuição de doses de vermifugos, pomada de Re­

clus, ampoulas neurotonicas, ampoulas anti-mala.ricas.

-- Todos os examinados com exame de sangue poditivo,

, - f oram medicados.


16,30 horas.

No "Mixto" partida para Araçãtuba onde chegámos às


Telefonema para S.Paulo ao Dr. Arthur Costa Filho,

comunicando a chegada a Araçatuba e renovando pedido de medicamento. Resolvida minha vinda para são Paulo, com ermanencia do enfermeiro no Carro, onde aguardará o medicamento pedido.

8, P, Mo 41

- 14 -

IICUl'UU. DOI IIIIÓCJOI D& uuuçlo 1 111ml l'dBLJC&

DEPARTAMENTO DE SAúDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALÁRIA

CAIXA POSTAL, 4240

sA.o PAULO . DUJL

,.

Como houvesse material nosso armazenado em Bauru, e não possuisse requisição de transportes, solicitei ao Agente de Araçatuba a ligação do Carro no diurno do dia seguinte, para aquela estaçã-o.

23-5-39 ..

Partida de Araçatuba as 8,20 horas no diurno, com

chegada a Baurú às 16,0,:b.oras.

,

,

Resolvemos que retirado o material da Sorocabana, o Carro voltaria dia 24 noite para ªraça.tuba, onde já dever:i.a en- contrar os medicamentos por nos solicitados e terminaria o serviço de assistencia aos doentes de malaria do Ramal de Itapura, com o seguinte itinerario: dias 25 e 26 Anhangahy, 26 e 27 Saint-Martin,

27 e 28 Aracanguá, 28,29, 30 Gorrego Azul, 30 e 31 f.ngenheiro Taveira

31 Araçatuba, onde deveria agua rdaP novas instruções de serviço.

Partida no noturno da Sorocabana às 19,30 horas pa­ ra São Paulo, onde chegámos às 6,o horas do dia 24.

, Utilizada a requisição de ,Y::.sse n. 1.101 i.da e vol-

ta,

Bauru-S.Paulo, com direito a leito.

RES"ITTIIO

Saida de S.Pauiodia 8-5-39 às 20,30 horas. Chegada a são Baulo dia 24-5-39 às 6,o h oras. Pessôas examinadas: 571. Da NOB 173.

Exames wicroscopicos realizados: 541-Da NOB l.47. Positivos 354 - Da NOB 102

Negativos - 187 - Da NOB - 45


Falciparum - 244 JJa NOB - 72

Vivax - 90 Da NOB - 27

-

-

? 18 Da. NOB - 4

Associada 2 Da NOB - o

Total de pessoas matriculadas e medicadas - 372. Medicamentos gastos: 6.000 comprimidos de atebrina;

comprimidos de plasmoquina;lOO ampoulas anti-malaricas;lOO am­

poulas neurotonicas;500,0 pomada de Reclus.


são Paulo, 15 de junho de 1939.

Dr. Tito Lopes.

- 15 -


uA:J OS ES T TI S TI COS


DIS TRI BUI ÇÃ O DA MA RI A POR S . OS I E RES TIVAS P 0 R<:;Er TA c : S



s E X o


G .l u r e s D E I !l A D E

ll- l2 mê so s


1-2 anon


3-7 anos


TOTJ.ES

8-15 anoa


+ 15 anos

+


-


+


-


+


-


+


-


+


-


+


-


1.'..AS CUL I :rn

%


7

3 ., 2



l

o, o



3

ll., 4



2

1 ,6


21

9,5


6

4 ,7


2 C

12,6



11

o,5



163

73 , 4



109

84 ,4



222

63,0



129

69,4

TE :EHilTO


%


8


6 , 2


-

-


10


7,7


-

-


23


1 7,


7


12,3





12,3


12


21,0


73


56,2


38


66,7


130


36,9


57


30,6

TOTA S7.

%


15

4 , 3


1

o,s


13

3,7



2

1 ,1


44

12,5


13

7,0


44

12,5


?. 3

1 2 , 4


236

6 0


147

79,0


352

65,4


186

34,6

As por oon taieno se r efe rem aos tota s geraes de oRda item: llasou lino e femenin o.


G R u p o s D E I 1.1 A D E

P R OF I SSK O


' ·,

l - l 2 mê aea l-2a nos 3-7 anca 8-15 N�$ + 15 a.nos TOTAF,S

-

-

+ - + - + - + I - + - +

46.,6


63

17,9


56,5


40

21 ,5


116



39

33.o


21.5

9


2

2,6


1,1

46.,6


63

17,9


56,5


40

21 ,5


116



39

33.o


21.5

9


2

2,6


1,1

LAVRA D OIlF.S - - - - .. - - - 1 64 105 164 105

% - - - - - - - - 100,0 100,0

FE RRO VIAR I OS - - - - - - - - 63 40

% - - - - - - - - 100,0 100,0

SE M .J' ROFI SSÃ O 1 5 1 13 2 44 13 44 23 - -

% 1 3 . o 2 . 6 l l , 2 5 , 1 38. 0 33.3 38.0 p9.0 - -

OU TRAS PROFI S S ÕES , - - - - - - - - g 2

% - - - - - - - - 100,0 w, o

.. T .G T A E S

%


13 44 23 23( 1 4 7 352 186

15


1


13


2


44

4 ,3


o , 5


3, 7


1 , 1


12 , 5

15


1


13


2


44

4 ,3


o , 5


3, 7


1 , 1


12 , 5

1, 0 l2,5 12 ,4 67,0 79,c 65,4 34,6


As pDroentagc s ue referem aos totaes geraes de cada item: lavr dores eto.

- 16 -







.... P. u o s J E I :i A !:



TOTAES

,.

11- 1 2 ; eses


- 2 º+ - 7 anos


S- 15 :anos


+ 15 ano!l


!lE GA TH AS

%



o., s



2


1,07



14

7, 52



2S


1 3,44



144

77 , -n



186

34, 57

F OS I TI V. S

%



J.

4 , :::ó



13

3,69



4


1 2, 21



4 2


11,93



23!)


67, s q



352

65, 42

P. vi vax

%


,.,.


4 , 54


6


6 , C:1



2


3,63


13

1 1. , 77


53

6 (), ?.2


88


25,00

r , f a l o1 p ir. uP1

cl




11


.. , 5 0


6


2 , 45


31


12 , 70


24


9 , ::: 3


1.72


7 0 , .. 9


244


69 , 31

Espeoi"s as s o o l ::i,

,l a s

%


-

-


...

-


-

-



l

so. o



5 0 ., 0



2

o.56

;ão d i a i.;n o s +, i c :i.-

d o

<;I,



-



l

5.55.



2

11 . 11



s

27 1 77



10

5 5 . 5 5



18

5, 11

A s or c e n t a ; n :; 3 C r e f :r,

v o e t c ,

,v 1 ::.u s t o t ·a es_ ger es de c n.d a itcm:n i:;nt lvo, posi tl­


E r· : t.: I F I CAÇÃO :::; F.S :?E cr ..:s ' E f' D f; -;: Te > !' C lJ'! . S • A R.AS :'." ',1''

P CRC}: l"TA Gl: HS


I .:: A.S E RF.r E I 7 S





,.


G :i


;J i. o s


D E


I


:'.l E



TOTAES

1-12


rr c e s


1 - 2 a n os


3 - 7 a.n os


tl- 1 5 anos


+ C:.e 1 5 an o c

P.v.


P.F.


r•. , .


I .Y •


F ,. V ,


i • r .


1 • v.


I • 7 •



/


P.V. 1 f. F.

S O.UI ZONTES


4



{)



5


5


12


28


12


23


50


164


83


230

%


4 , 8 1


4 , 34


6,02


?. , 17 -


14 ,45


12 ,17


1 4 , 45


1 0 ,00


60,24


71,30


94, 31


9,42

:tOSACF.A.S


%


1


1 2 , 50


-

-


l


1 2,50


-

"":


2


25,00


-

-


2


25,00


-

-


2


5.00


l


100.0


8


9.09


l

º·ºº

G m : TCCI TOO


4


6


6


3


8


o


6


6


11


6


35


69

%


11 ., 4 2


8,69


7,14


4,34


22* !3 5


1 1 , 59


17 , 14


o,69


31,42


66,66


39,77


28,27

TOTAES DE E.XA

me::i P OS I TI VCS



4



11



6


6,ül



6


12


31


13


24


53


172



88



244

%


4 , 54


o,45


2,45


13 ,63


12.70


1 4 . 77


9.83


60,22


7 0 .,4 9


26.34


73., 05



,.


G :i


;J i. o s


D E


I


:'.l E



TOTAES

1-12


rr c e s


1 - 2 a n os


3 - 7 a.n os


tl- 1 5 anos


+ C:.e 1 5 an o c

P.v.


P.F.


r•. , .


I .Y •


F ,. V ,


i • r .


1 • v.


I • 7 •



/


P.V. 1 f. F.

S O.UI ZONTES


4



{)



5


5


12


28


12


23


50


164


83


230

%


4 , 8 1


4 , 34


6,02


?. , 17 -


14 ,45


12 ,17


1 4 , 45


1 0 ,00


60,24


71,30


94, 31


9,42

:tOSACF.A.S


%


1


1 2 , 50


-

-


l


1 2,50


-

"":


2


25,00


-

-


2


25,00


-

-


2


5.00


l


100.0


8


9.09


l

º·ºº

G m : TCCI TOO


4


6


6


3


8


o


6


6


11


6


35


69

%


11 ., 4 2


8,69


7,14


4,34


22* !3 5


1 1 , 59


17 , 14


o,69


31,42


66,66


39,77


28,27

TOTAES DE E.XA

me::i P OS I TI VCS



4



11



6


6,ül



6


12


31


13


24


53


172



88



244

%


4 , 54


o,45


2,45


13 ,63


12.70


1 4 . 77


9.83


60,22


7 0 .,4 9


26.34


73., 05

l..:1.11'". -r

.1;"l.



As porcentageao oe referem R03 to taeG gcr BeB de cada item: Esqulzont es, etc.

- 17 -


n: o.::::. s .,::


'"""e:; .. ,. 'l'., ,

U..u. " ,,

- - - - - - -

- ...-

.L- • - - ··



D A e


G ,,.,, r ('


,,,. T'


'JC',' T - "



'":



, ,, 'P 'f!


,..,

-12 !ftê:C""


.-... '.1,n o s1


3 - 7 - no c


G 1


·"·o:


+ 5 1100

.....S I Ti v! S


3


6 , 1·0



- I 00


9


7 , 20


13

1 , 4 0


ç;o


7?., 00


125

28,86

; ·.CATI VAS


6


fl


34


4


21 5


308

%


1 ,


2 , 59


1 , 0 3


4 1 20


70, ...,

....


71,13

TCT ES

."


.,

3,: 3


:3

,co


4 3 .

o-;;> , ,-,.,,...)


5 7

J , J.::.i


306


70 , 0 6


433

8 0 , 48

:; porce.itn, e: ;1 s e e;(: cr ..o s 't 0 : " e s gcro.es li c li:;i. i t rn : p o s i t ..:.v 1s e

r, e ,} a t i v ;i. s .



.1:3 ç o


-' 11 u .T' J s :') :: A , - .,



'T' r 'T'.A"f.',


1 :.: r.:"': e



+ L C lS

, l - 2 .n o s


3-7 ano


8-15 a r. OE

o

r,


'5

, . , g,i



8

2,so


34

J.l , 00


44

1 ,23


217

70 1 ?.2


309

71,36

1



7


, A


4


1 , 73


9


e,41


9


0 1 41


7 8


72 , 8 9


107

24,71

,2


-

-


-

-


-

-



1

9,09



10

90 ,90



11

2 . 54

3.·

%


1


50 , 0 0


-

-


-

-


1

so,oo


-

-


2

o,46

4

%.


-

-


1


25,00


-

-


2

50 ,00


1


25 1 CO


4

o,92


TOT. ES

%


14

, 23


13

3,oo


43

9 , 9 3


57

13,16


306

701 G6


433

80,48

As porcent gens ao referem aos totnes ger aes de cada iteLl: 0-1-2 etc.

- 18 -



• •


r r :::.1 c r. ..... " , F. H I C O

V r u. .P o B <l o I e: d õ

-12 m; ses l 1 - ::: "'l,n O ;] 3- 7 anos 8-15 ?.n os + 15 l o Tú'1:'.r :S

EXAMrn üGS 14 l 1 4] S7 306 433

00


9 , 93'


J. 3 , 1 6


70,06


80,48


5



9



11



71



104

00


9 , 93'


J. 3 , 1 6


70,06


80,48


5



9



11



71



104

,r-.1,

1 ., 2 3 31

Bi ÇO + 8

SA T GUE +

- -

- -

% 7, 69 ",, ..;o 0 , 65 10 . 5 7 68 . 26 24.01

a ço +

..,

'- J.6 18

% - - -

% - - -

SA TGT - 1 1 .,1 1 88 .88 4.15

BtÇO - 5 6 24 33 11 5 183

"

"

s 1-, G ;_, +

2 ,7 3 3,27 13 .,11 18.03 6 2 , ü4 42.,26

l3A ÇO - 1 2 10 11 04 128

%

%

SÃHGUE - o.,1 s ,, 5 6 7, 8 1 8 , 59 8 1 ,' 25 29.,56

As oTce ntagens se r efere m aoa t aes de e da itcm:Examinaaos to•


.....

1f '

- 19 -

aauruu w ..... u119C&t1- 1 um nw

DEPARTAMENTO DE SAúOE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALARIA

CAIXA POSTAL, 4240

SAO PAULO . 111111,


RE!ATORIO DA VIAGEM AO RAMAL DE ITAPURA DA ESTRADA DE FERRO NOROESTE DO BRASIL, COM O FITO DE ORGANIS AR O SERVIÇO DE ASSISTENCIA AOS DOEN­

TES DE MALARIA1 NA UELA REGIÃO.

( Continuação)

Durante o oeriodo de 26 a 31 de maio do corrente a­ no, pelo Carro Sanitario SSl, sob os cu:t.dados do 1.2 tecnico Anton io Miguel Figueiredo,forBlm ainda prestados os seguintes serviços de ass1s1Jencia a.os doentes de malaria do R.lã,mal de Ita.pura, da NOB:

26 e 27 - 5 - 39

Anhangah;[

E xaminadas 45 pessoas

- da NOB - 25

Ex. microscopicos

li tt

poiitivos

negativos

- 21- da NOB - 10

-

-

24- da NOB - 15

Falcip arum - Vivax Associados

l4 - da NOB - 8

6 - da NOB - 1

1 - da NOB - 1

O ágente d estaçã o local, se. Watson Brito teve o

seu exame hemoscopico.negativo.

Parte da Turma 43 da NOB foi ai assistida.

27 e 28 - 5 - 39

Saint Martin

Examinadas 42 pessôas - da NOB - 14

Ex. miéroscopicos positivos - 16 - da NOB - 4

" " negativos - 24 - da NOB -10

Falciparum 3 da NOB o

VVivax - 9 - da NOB - 1

? - 4 - da NOB • 3

o agente local, s r . Ramiro Oliveira, teve o exame

de sangue negativo.

Parte da Turma 42 da NOB foi aí assistida.

281 291 ,

e 30 5 - 39

Aracangua

Examinadas 117 pessoas - da

Ex. microscop1cos positivos - 36 - da

Ex. microscop1cos positivos - 36 - da

.. tt negativos

NOB - 5


- 16 - da


NOB - O

NOB - O

NOB - 1

Laminas tiradas e ainda não examinada s -- - b:'5


,S f'. M, 41

- 20 -

IIIUl'UU. Ili ....... N ,,Je I l&áll naul&

DEPARTAMENTO DE SAúOE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALARIA

CAIXA POSTAL, 4&40

SÃO AULO . li.li&

Falciparum 16 - da NOB - o

Vivax - 15 - da NOB - o

? - :;z: - da NOB - o

? - :;z: - da NOB - o

ssociados - 2 - da NOB - o

,/ ..

O agente local, sr. Julie de Oliveira, ainda nao

teve seu exame de sangue realizado.

Parte das Turmas 41 e 40 da NOB foram aí atendidas.

30 e 31 - 5 - 39

Correge Azul

Bxaminadas 94 pessoas - da NOB - 20

Ex. microscopicos positivos - 49 - da NOB - 5

u lt negativos

-· 43 - da NOB -15

-

-

Lamina tira.da e à.inda não examinada - 1

Falciparum 8 - da. NOB - 1

J

Vi.v.ax

-40 -

da NOB - 4

,.


sangue negativo.

- 1 - da NOB - o

o agente local sr. Pedro Aroca te,:e seu exame de


eixou de ser atendida sómente a estação de Enge ­

nheiro !aveira, do ama.l de Itapura.

RESUMO

Pessoas ex'lminadas - 298 - da NOB - 64

Ex. microscopicos realizados - 229 - da NOB - 60

lt tt positivos - 122 - da NOB - 19

tt tt negativos - 107 - da NOB - 41

Falcipari..un - 41 - da NOB - 9

Vivax - 70 - da NOB - 6

As w.o c i ados - 3 - da NOB - o

? - 8 - da NOB - 3

Medicamentos gastos: 3.500 comprimidos de atebrina;

) . 1.000comprimidos de plasmoquina.

ão _,Paulo, 3 de junho de 193.9

"Dr. Tito Lon,. es.



9 , P. M, O

- 21 -

aanaua 111 ....._ u_,,11 • um rDuu

DEPARTAMENTO DE SAúDE DO ESTADO

SERVIÇO DE PROFILAXIA DA MALARIA

CAIXA POSTAL, 4240

SÃO PAULO - 1U111a


Resumo geral

Sa!da da 8om1ssão de São Paulo, dia 8-5-39,às 20,30 horas Chegada da Comissão em São Paulo, dia 2-6-39,às 10,0 horas


Pessoas examinadas

Exames microscopicos

- 869 - da NOB • 237

Positivos 476 • da NOB

Positivos 476 • da NOB

207

207

r ealizados - 770 - da NO-B - 207

Negativos - 294 - da NOB - 86

-

-

---------

F alciparum 285 - da NOB - 81

Vivax - 160 - da NOB - 33

A ssociados 5 - da NOB - o

? - 26 - da NOB - 7

Total de pessoas matricul adas e medicadas - 660

Medicamentos gastos: 9.500 cqm pri midos de atebrina; 4.000 eompri­ mdos de plasmoquina; 100 ampoulas anti-malaricas; 100 ampoulas neuro-tonicas; 1000,0 pomada Reclus.


são Paulo, 15 de junho de 1939

Dr. Tito Lopes da Silva.



'.)



8 , P. M• U

.4..J ,4



o NOB


r - TlJRH,11 J>E TTlABJU.HAIJORES - - _.


S7

T. 56

T-55"


462.

$





0

• 4-37

@

e

T- _.,TENlilDlf TO l>A _ _ _$


o ,

)li PARTê_ _ _ _ _ _ _


- Jí 7-----;:-:-;:- '

_,,_ -

----- _·! - -

>1


_J.



'

T.48.


T.4:e@

.J,4Mr l'f4 n,.,.

7:-fl @

Sobre a coleção

Museu Ferroviário Regional de Bauru

Instalado junto à Estação Ferroviária, no centro da cidade Bauru, o Museu Ferroviário oferece ao visitante uma volta ao passado glorioso das ferrovias brasileiras, com exposição de fotografias, documentos, peças originais, maquetes e recriação de ambientes que remetem aos tempos da construção da NOB, até o final dos anos 30. Além de um passeio histórico através de curiosidades e peças de grande valor artístico, o Museu proporciona uma aula completa sobre a importância das ferrovias para o desenvolvimento econômico de Bauru e de todo o interior do Brasil.

Programa de Ação Cultural (ProAC) da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo
Associação de Preservação Ferroviária e de Ferromodelismo de Bauru
Apoio
Secretaria Municipal de Cultura de Bauru
Realização
Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo